SOBRE

Cantor e Ator que na cena musical passeia pelo Soul e MPB. Sua relação com a música já o levou aos Programas de Calouros do Raul Gil e Máquina da Fama e em suas performances musicais, já homenageou o cantor e compositor Gonzaguinha, no tributo intitulado Guerreiro Menino e outros profusos cantores e compositores no espetáculo Negras Vozes,Tributo à Bossa Nova e no show Canções para um melhor Brasil. Atualmente além dos tributos clássicos, também prepara um repertório autoral com muita soul e mpb dançante no EP "Soul Popular", previsto para o 2º semestre de 2019.

BIOGRAFIA

Gil Collares nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Desde a infância, mostrava sua tendência para as artes, desenhando, atuando e cantando. Aos 17 anos, começou seu primeiro curso de Tec. Vocal para o canto na extinta Academia Prediger, famosa escola de música nos anos 80 e 90 no centro de Porto Alegre. Já no início dos anos 2000 começou a cantar no coral Vocal da Paz da Igreja Luterana, dirigido pelo Regente Luiz André da Silva.
 

Após 5 anos no coral da igreja, foi convidado pelo Maestro luiz André para ser o Crooner da Orquestra da Sogipa onde ele também regia. A partir daí passou a ser vocalista em diversas bandas de MPB e Soul e em 2016 passou a se apresentar solo como Gil Collares e banda. Desde então tem feito diversos shows com repertório de clássicos da MPB, homenageando cantores como Tim Maia, Wilson Simonal, Lupicínio Rodrigues e outros no "Tributo a Negras Vozes" e ao cantor e compositor Gonzaguinha no show "Guerreiro Menino", entre outros repertórios.

Formado em teatro pala Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, formou o Coletivo Montigente onde desenvolve até hoje Projetos que envolvem o protagonismo de artistas negros da cidade e onde já dirigiu e produziu 06 espetáculos teatrais.

Em 2012, foi selecionado e realizou um antigo sonho; o de cantar no famoso Programa de calouros da TV comandado pelo lendário apresentador Raul Gil. Cantando "All nigth long" de Lionel Richie foi muito elogiado por jurados tradicionalmente conhecidos pela rabugice e conhecimentos musicais como Marly Marley e José Messias. Dois anos depois fora chamado para mais um Programa de TV, desta vez o Máquina da fama apresentado por Patrícia Abravanel, onde homenageou o cantor Emílio Santiago.

Atualmente prepara o primeir EP autoral "Black Popular"

Com Patrícia Abravanel SBT (2014)                                             Com Raul Gil SBT (2012)

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now